Destinar caracol africano para descarte

Carta de Serviço disponibilizada em atendimento à Lei nº 13.460/2017 e validada conforme Processo SEI nº 19.0.049422-9. Última atualização: 06/05/2019 16h55.

Este serviço pode estar total ou parcialmente comprometido em função de medidas de combate ao coronavírus. Mais informações na página Coronavírus em Joinville.

O que é?

Esta Carta de Serviço instrui sobre como destinar caracol africano para descarte. O caramujo-gigante-africano (de nome científico Achatina fulica) é um molusco da classe Gastropoda, de concha cônica marrom ou mosqueada com tons claros. Devido ao seu sucesso reprodutivo, tornou-se uma praga agrícola, alimentando-se de diversos vegetais de consumo humano. A existência de uma infestação também pode trazer riscos à saúde, portanto são necessárias medidas para minimizar sua proliferação.

Quem pode fazer?

Qualquer pessoa.

Onde e quando fazer?

Canal Onde Quando
Internet Não é possível  
Presencial Unidades Básicas de Saúde  No período de funcionamento das mesmas
Telefone Não é possível  
Outros Não é possível  

Como fazer?

  1. Proteger as mãos com luva ou saco/sacola plástica.
  2. Coletar o(s) molusco(s) e colocá-los em outro saco/sacola plástica.
  3. Fechar o saco/sacola.
  4. Levá-lo a um dos canais informados.
  5. Depositar saco/sacola em tambor específico nos canais informados.

Quanto custa?

Este serviço é gratuito.

Quanto tempo leva?

Não se aplica.

Sobre este serviço

Unidade responsável

Compromissos e padrões

Prioridades de atendimento em fila: não se aplica.

Tempo de espera em fila: não se aplica.

Atos regulamentadores

  • Não informado.

Manifeste sua opinião

Registrar manifestação para fazer reclamação, sugestão ou elogio sobre este serviço ou sobre estas informações.