Galeria Municipal de Arte recebe exposição “Risco de Queda”

Publicada em 05/05/2022 às 10:55
Relacionado a: Secretaria de Cultura e Turismo - SECULT

A Galeria Municipal de Arte Victor Kursancew, anexa à Casa da Cultura de Joinville, recebe nova exposição a partir desta quarta-feira (4). “Risco de Queda”, da artista Flávia Scóz, é a primeira ação do Edital de Exposições Temporárias do calendário de 2022. A abertura da exposição será às 20h, com a presença da artista para uma conversa com o público. Risco de queda fica disponível para visitação do público até o dia 17 de junho, de segunda a sexta, das 10h às 16h, com entrada gratuita.

A mostra interroga o ser humano diante do seu tempo, a contemporaneidade, suas possibilidades e seus riscos. Oferece um olhar ampliado ao visitante. “Esta é uma das funções da galeria que, desde 1982, vem cumprindo um papel de extrema relevância para a formação e desenvolvimento das artes visuais de Joinville e região, bem como possibilitar que as ações possam dialogar tanto com os alunos, professores e servidores, quanto com o público que circula em suas dependências”, destaca Carlos Franzoi, gerente da Casa da Cultura.

As obras que integram a série têm como mote provocador considerações sobre a queda e o levante enquanto movimentos complementares. O visitante será convidado a transitar pelo universo entre “peso e leveza” por meio de fotografias, objetos, desenhos, vídeos, palavras, gravuras, performances, instalações. “Tudo cai, mas é através dessa queda, em um lapso de tempo, que também flutuamos, que realizamos o sonho do voo e da leveza”, explica Flávia.

A proposta dessa percepção também se aproxima de ações cotidianas: o prazer da criança que lança seus brinquedos ao chão, os esportes radicais, a vertigem dos abismos, a lei da gravidade, o êxtase, a precipitação, a mitologia e as leis da física. Passa por reflexões na conjuntura política à apropriação da advertência por seus significados. “Risco de queda” explora desde o jogo de palavras articulado entre traço, vestígio, rabisco e atividade arriscada até os modelos adotados pela Física para representar a gravidade. O trabalho é fruto da pesquisa do doutorado da artista.

Oficina e palestra com Artur de Vargas Giorgi

Além da exposição, o projeto também contempla a oficina gratuita “Laboratório de performance: chão, corpo e gravidade” no dia 3/6, das 14h30 às 17h, e a palestra “O querer, a queda”, com o professor (UFSC) e crítico de arte Artur de Vargas Giorgi, que há tempos acompanha o trabalho da artista e assina o texto homônimo de abertura da exposição. Os participantes da oficina-laboratório serão convidados a produzir um registro em vídeo de até 1 minuto para compor o material de apoio da exposição. A atividade é aberta ao público em geral, a partir de 14 anos, com vagas limitadas. A inscrição pode ser feita pelo link https://bit.ly/LaboratorioPerformanceJlle

Biografia da artista Flávia Scóz

Artista visual, pesquisadora, editora, professora e mãe. Investiga as coisas que caem, os corpos que se levantam, as bordas, os abismos, os buracos, as escavações, o voo, o peso, a leveza e a gravidade. Atualmente desenvolve pesquisa de doutorado com o tema “política da queda e do levante nas artes visuais e na literatura” vinculada ao programa de Pós-Graduação em Literatura da UFSC e é membra do corpo editorial da revista Outra travessia. É mestre em Literatura (UFSC, 2018) e Bacharel em Artes Visuais pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC, 2013). Nasceu em São José, foi criada em Florianópolis e mora em Joinville desde 2016. www.flaviascoz.com.br – @flavia.scoz

Agenda

Exposição Risco de Queda
visita terça a domingo | 10h às 16h
Galeria Municipal de Arte Victor Kursancew – anexa à Casa da Cultura
visita segunda a sexta | 10h às 16h
rua Dona Francisca, 800 – Saguaçu
Informações: 3433-2266

Oficina “Laboratório de performance: chão, corpo e gravidade”
Casa da Cultura de Joinville
dia 3/6 das 14h30 às 17h
inscrição: https://bit.ly/LaboratorioPerformanceJlle
a partir de 14 anos – vagas limitadas

Palestra “O querer, a queda”
com o professor (UFSC) e crítico de arte Artur de Vargas Giorgi
Casa da Cultura de Joinville
dia 3/6 às 17h

Compartilhe