Joinville destaca a importância da vacinação infantil contra a Covid-19

Publicada em 09/02/2022 às 08:50
Relacionado a: Secretaria da Saúde - SES

A Prefeitura de Joinville segue realizando a vacinação contra a Covid-19 e reforça a importância da imunização das crianças de 5 a 11 anos.

Para testar e comprovar a segurança e a eficácia das vacinas pediátricas contra a Covid-19, diversos estudos clínicos avançados foram realizados por agências reguladoras de diferentes países, assim como no Brasil, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Quanto aos possíveis efeitos colaterais que despertam a preocupação de muitas pessoas, os ensaios clínicos também mostraram que são semelhantes aos observados em adultos, quando são vacinados, ou nos imunizantes de rotina das crianças, como de hepatite, sarampo e coqueluche, por exemplo. Ou seja, pode acontecer da criança sentir dor no local da aplicação, sensação ou estado febril e mal-estar.

O médico infectologista Vigilância Epidemiológica de Joinville, Marcelo Mulazani, completa: “Considera-se que esses efeitos são sinais normais da construção da proteção imunológica da criança. Efeitos graves, como miocardite, pericardite ou a síndrome de Guillain-Barré, podem ocorrer, mas são situações extremamente raras. Ainda assim, os benefícios da vacina para as crianças superam, e muito, os riscos inerentes à Covid-19, nessa população”.

Crianças imunizadas, pais mais tranquilos

A leve dor que a pequena Alícia de Fátima Cipriano sentiu quando levou o “pique” da vacina, passou praticamente desapercebida diante da alegria que a menina de 9 anos expressou ao receber a sua primeira dose de proteção contra a Covid-19.

“Estou feliz demais. Esse ‘pique’ vai me deixar protegida e vou poder ir para a escola e ver os meus amigos. A gente vai se divertir”, prevê Alícia.

Para a mãe de Alícia, a publicitária Aline Aimé Ferreira, o anúncio da vacinação infantil representou um alívio e a esperança de poder ver a filha retomar suas atividades normais, interrompidas pela pandemia.

“A segurança dela está em primeiro lugar. Eu já estava mais tranquila por estar vacinada. Quando saiu para ela, fiquei mais feliz ainda”. E aos pais, Aline sugere: “Assim como você fez por você, faça pelo seu filho”.

Crianças podem ter quadros graves de Covid-19

De acordo com o médico Marcelo Mulazani, entre as consequências mais severas que a infecção pelo coronavírus pode causar em crianças, estão a “Covid longa”, quando os sintomas perduram por mais tempo, e a síndrome multissistêmica pediátrica, que causa uma inflamação generalizada no organismo, potencialmente grave no público infantil.

“Essa forma mais grave da Covid-19 pode desencadear a necessidade de internamento hospitalar e, muitas vezes, uso de ventilação mecânica ou oxigênio suplementar”, explica o médico infectologista.

Em Joinville, a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos é realizada na Central de Imunização Infantil, montada na UBSF Bucarein, mediante agendamento por meio do site joinville.sc.gov.br. No momento da vacinação, é necessário apresentar o documento da criança e a carteira de vacinação. Além disso, é preciso estar acompanhado por um responsável.

Compartilhe