10 dicas para eliminar os criadouros do mosquito da dengue em residências

Publicada em 27/04/2022 às 17:07
Relacionado a: Secretaria da Saúde - SES

O mosquito Aedes aegypti pode transmitir doenças como dengue, febre chikungunya, zika e febre amarela. A Vigilância Ambiental de Joinville alerta que as , conforme apontou o Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa). Eliminar os criadouros do inseto em casas e quintais, é a melhor estratégia para evitar essas doenças.

No link, está disponível o modelo de um cartaz com orientações de como erradicar criadouros do mosquito em residências. Como os mosquitos procuram locais com água limpa e parada para depositar os ovos, é preciso seguir as seguintes instruções para realizar vistorias em residências:

1 – Elimine qualquer objeto que possa acumular água, como as partes de garrafas de vidro utilizadas em cima dos muros. Objetos que não podem ser eliminados, devem ser limpos e bem vedados com tampa ou tela de proteção.

2 – Coloque tela de proteção na ponta do ladrão da caixa d’água para que o mosquito não entre pelo orifício e mantenha a caixa d’água com a tampa vedada.

3 – Retire a água acumulada na laje. Mantenha as calhas para água da chuva desentupidas.

4 – Trate a água de piscinas com cloro e limpe-as uma vez por semana. Utilizar uma capa com cobertura não impede os focos do mosquito.

5 – Guarde pneus velhos e outros objetos que possam acumular água em locais secos e abrigados da chuva.

6 – Coloque latas, tampas de garrafas, cascas de ovos e outras embalagens vazias em sacos plásticos bem fechados, antes de descartá-los. Mantenha-os fora do alcance de animais até o recolhimento.

7 – Lave, com escova, os potes de comida e de água dos animais domésticos uma vez por semana, no mínimo.

8 – Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda. Plantas como bromélias acumulam água e por esse motivo merecem atenção especial. Troque, semanalmente, a água dos vasos com plantas aquáticas e lave a parte interna do vaso com escova.

9 – Vede a tampa da caixa de passagem com tela de proteção para evitar o acúmulo de água.

10 – Bloqueie o cano de sustentação da antena parabólica para que não acumule água no interior.

Leia também: Maioria dos focos de dengue em Joinville está em ambientes residenciais

Pacientes com sintomas de dengue devem buscar atendimento médico

Os principais sintomas da dengue são manchas vermelhas no corpo, febre alta, dor nas juntas, fortes dores de cabeça e aversão à luz. Em caso de sintomas, procure uma Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF).

Denúncias de possíveis focos do mosquito podem ser registradas junto à Ouvidoria do município, pelo site joinville.sc.gov.br, ou pelo telefone 156.

Compartilhe