Mutirão da Vigilância Ambiental e Batalhão de Infantaria vistoriou mais de mil residências no Fátima

Publicada em 22/03/2019 às 15:00
Relacionado a: Secretaria da Saúde - SES

No balanço de três dias de mutirão de combate ao mosquito transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya, no mês de março de 2019, no bairro Fátima, a Secretaria da Saúde, por meio da Vigilância Ambiental, visitou mais de mil residências e comércio e eliminou três mil recipientes que eram potenciais criadouros do mosquito Aedes aegipty como pneus, embalagens plásticas, vasilhames, pratos de vasos, calhas.

Esse primeiro mutirão foi realizado durante três dias com nove equipes formadas por agentes da Vigilância Ambiental e soldados do 62º Batalhão de Infantaria. O bairro Fátima é um dos mais infestados pelo mosquito, concentrando 10% dos focos da cidade.

O trabalho, realizado em conjunto com o Exército, é uma medida para o combate do transmissor da dengue, doença que teve dois casos de transmissão dentro do município confirmados neste ano. Os mutirões prosseguiram nos bairros Jarivatura e Boa Vista.

Somente neste ano, até março, Joinville registrou 783 focos do mosquito, o que corresponde a 97% do total de 806 focos de 2018.