etapa preparatória da 6ª Conferência Municipal da Cidade de Joinville Ver imagem em alta resolução

Notícia
Joinville recebe lançamento do Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável

Evento acontece no próximo dia 31 de março

Publicada em 27/03/2017 às 14:40, por Diego Piffer Rosa.
Relacionado a: Secretaria de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável - SEPUD

No próximo dia 31 de março, o município de Joinville/SC será sede de mais um lançamento regional do IV Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (EMDS). Promovido pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e da prefeitura local, o encontro será realizado no Le Village Flats e Hotel.

O evento, que reúne prefeitos, secretários e gestores municipais, tem o objetivo de apresentar o IV EMDS e provocar a participação dos governantes para contribuir com a construção do maior evento sobre sustentabilidade urbana do país. Para o lançamento, foram convidados prefeitas e prefeitos de 25 municípios catarinenses.

A exemplo dos eventos já realizados, os participantes terão também a oportunidade de conhecer projetos desenvolvidos para a eficiência na administração municipal. Apoio ao Desenvolvimento de projetos de Modernização da Administração Tributária (PMAT) com foco no g100; Tópicos em Parcerias Público-Privadas; Capacitação em Instrumentos de Transparência e Dados Fiscais; e Modernização da Gestão da Rede Pública de Educação Municipal estão entre as iniciativas que serão apresentadas.

Sobre o evento

Realizado pela FNP em parceria com o Sebrae, a quarta edição do EMDS será realizada de 24 a 28 de abril de 2017, no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília/DF. A expectativa é receber mais de 10 mil participantes para debates em torno do tema central “Reinventar o financiamento e a governança das cidades”.

Sobre a FNP

Fundada em 1989, a FNP é a única entidade municipalista nacional dirigida exclusivamente por prefeitas e prefeitos em exercício dos seus mandatos. Tem como foco de atuação os 658 municípios brasileiros com mais de 50 mil habitantes (critério indicador de cidades médias, segundo estudos da CGLU e IPEA). Esse recorte abrange 100% das capitais, 68% dos habitantes e 80% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Ir para o topo