UPM: R$ 217,71 » ABR | 2014
UPM Seguinte: R$ 219,72 » MAI | 2014

SNT: Joinville participa do Dia Mundial Sem Carro neste sábado (22/9)

Várias ruas na região central estarão fechadas para o trânsito de automóveis a partir das 6h

Pelo 12º ano consecutivo, Joinville participará do Dia Mundial Sem Carro. Será neste sábado, dia 22, quando várias ruas na região central estarão fechadas para o trânsito de automóveis desde as 6 horas da manhã até as 20 horas.

Em todo o período, a prioridade será para ônibus e bicicletas. Serão fechadas as ruas Nove de Março (entre as ruas João Colin e Rio Branco), São Francisco, São Joaquim, Comandante Eugênio Lepper, Engenheiro Niemeyer (entre ruas São Francisco e do Príncipe), rua do Príncipe (entre as ruas 15 de Novembro e Jacov Richlin), rua Rio Branco (entre ruas Três de Maio e Jerônimo Coelho), rua Jerônimo Coelho (entre as ruas Rio Branco e do Príncipe) e travessa Norberto Bachmann.

A proposta do Dia Mundial Sem Carro é incentivar as pessoas a, pelo menos um dia da semana, ir ao trabalho, à escola, às compras a pé, de bicicleta ou de transporte coletivo. "A maioria das pessoas é muito dependente do carro e não utiliza meios de transporte sustentáveis", explica o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville (Ippuj), Vladimir Constante.

Além do Ippuj, estão participando da organização do evento o Ittran (Instituto de Trânsito e Transporte de Joinville), Fundação Cultural, Fundação Turística, Fundação do Meio Ambiente, Procuradoria Geral do Município, Gabinete do Prefeito, Secretarias da Comunicação, Saúde, Educação, Infraestrutura, CDL, Polícia Militar, Escoteiros, empresas de ônibus e Movimento Pedala Joinville.

O Dia Mundial Sem Carro foi celebrado pela primeira vez na França, em 22 de setembro de 1997. No Brasil, a ação começou em 2001, com a participação de 11 cidades: Porto Alegre, Caxias do Sul e Pelotas (RS); Piracicaba (SP); Vitória (ES); Belém (PA); Cuiabá (MT); Goiânia (GO); Belo Horizonte (MG); São Luís (MA) e Joinville (SC).

Em Joinville, no ano passado, quando o Dia Mundial sem Carro caiu em uma quinta-feira, contagem de tráfego nos principais eixos em direção à região central indicou uma redução de 30 mil veículos, cerca de 10% da frota.

O presidente do Ippuj disse que o evento tem como objetivo estimular a reflexão sobre o uso excessivo do automóvel como meio de locomoção e os impactos gerados para as pessoas e a cidade. "O movimento não é contra o carro, mas defende o uso racional desse veículo. A ideia é fazer com que as pessoas experimentem formas sustentáveis de mobilidade e possam conhecer e vivenciar a cidade onde vivem de outra maneira", enfatizou Vladimir Constante.

Durante todo o dia do evento haverá, na região central, atrações educativas e culturais como música, dança, educação ambiental e para o trânsito. No balanço do ano passado, o Dia Mundial Sem Carro reuniu em Joinville cerca de mil ciclistas no Pedalaço.

Neste ano, a Prefeitura irá repetir a experiência do corredor exclusivo de ônibus na rua Nove de Março, desde o terminal até a rua Henrique Meyer. No ano passado ficou constatado que os coletivos gastaram apenas um minutos para percorrer esse trecho (Terminal até a rua Henrique Meyer), em vez dos 15 minutos que hoje levam para fazer o mesmo percurso por ruas adjacentes.